CASIO apoia iniciativa digital em Norderstedt

Norderstedt quer modernizar as aulas nas escolas com projetores, tablets e smartphones. Para tal, a cidade a norte de Hamburgo disponibilizou cerca de dois milhões de euros do orçamento para 2018/19. A CASIO apoia a ideia e cede um total de nove projetores sem mercúrio a três escolas de Norderstedt.

A administração e as escolas deram início à iniciativa digital de Norderstedt. Em primeiro lugar, as verbas serão aplicadas em nove das 12 escolas do 1.º ciclo e as três escolas dos níveis seguintes – a escola secundária e as escolas de 2.º e 3.º ciclos e secundário Harksheide e Willy-Brandt – com projetores, tablets e smartphones. Todos os 7800 alunos e alunas podem agora aceder a materiais didáticos guardados na nuvem. Na iniciativa participam também o Instituto para o Desenvolvimento da Qualidade das escolas de Schleswig-Holstein (Institut für Qualitätsentwicklung an Schulen Schleswig-Holstein, IQSH), responsável pela instrução e formação contínua de professores no norte do país, e o Centro para Meios de Comunicação Social e Tecnologias de Informação (Zentrum für Medien und Informationstechniken, ZMI).

Com esta abordagem abrangente para as várias escolas, Norderstedt, a quinta maior cidade de Schleswig-Holstein com 80 mil habitantes, encontra-se na lista de cidades pioneiras na área da educação digital no estado federal mais a norte. Dois consultores em comunicação social do IQSH auxiliam os professores a integrar os smartphones, projetores e tablets nas aulas. Deste modo, os alunos deverão não só acumular e aplicar conhecimentos, como também adquirir competências que o Conselho do Ministério Federal Educação considera fundamentais para a utilização dos meios de comunicação social e para a utilização responsável do telemóvel, do tablet e da internet. Investigar, produzir e apresentar são competências a adquirir, assim como a proteção contra a utilização abusiva de dados.


da esquerda Tomoo Kato, diretor da Casio Europe GmbH, (4º da esquerda) Kuhn, diretor da escola WBS + colegas e alunos. 

Projetores sustentáveis com 20 mil horas de funcionamento

No total, a CASIO disponibilizou nove projetores à iniciativa. A 20 de junho, Tomoo Kato, diretor da sede europeia da Casio situada em Norderstedt, entregou três projetores às escolas de 2.º e 3.º ciclos e secundário Willy-Brandt e Harksheide e à escola secundária Harksheide. Os projetores tinham sido previamente testados de forma exaustiva pelo ZMI.
Para além de dois projetores da série Advanced da CASIO, cada escola recebeu também um projetor portátil da gama de modelos Green Slim. Todos têm em comum a fonte de luz híbrida a laser e LED duradoura e ecológica, que alcança até 20 mil horas de funcionamento e se liga em poucos segundos ao premir um botão, o que é especialmente prático para as aulas. A tecnologia subjacente: A Casio utiliza LED para produzir vermelho e uma unidade laser para produzir azul. A cor verde é gerada através de uma camada de fósforo iluminada pelo laser. A unidade de fósforo modifica os comprimentos de onda e as fases do laser azul. A fonte de luz necessita de pouca energia e não contém mercúrio altamente tóxico, ao contrário das lâmpadas de projeção tradicionais. "A digitalização e a sustentabilidade não têm de ser mutuamente exclusivas", explica Julia Christesen, coordenadora para as escolas na CASIO. "Projetámos e desenvolvemos os nossos projetores para que se integrem no dia-a-dia escolar e, ao mesmo tempo, apoiem as escolas que procuram a sustentabilidade".

Objetivos da iniciativa Escola Digital 2020

  • Preparar os alunos e alunas de Norderstedt para o futuro digital e dotá-los de competências alargadas de utilização de meios de comunicação social.
  • Construir as fundações para todos os alunos e alunas para o alargamento da digitalização nas escolas de Norderstedt, a partir de abordagens concertadas no que diz respeito à utilização dos meios de comunicação social.
  • Assegurar os requisitos para a aprendizagem digital e a sua perpetuação, através de uma boa infraestrutura.

Vantagens dos projetores CASIO para a utilização em escolas

  • A fonte de luz híbrida a laser e LED dispõe de uma vida útil de até 20 mil horas.
  • Deste modo, diminuem as dispendiosas e complexas substituições de lâmpadas.
  • Os projetores são adequados para projeções contínuas (24/7).
  • Os projetores oferecem uma reprodução brilhante das cores, mesmo com luz diurna.
  • Ativação/desativação direta: o projetor pode ser desativado e reativado diretamente, o que permite iniciar imediatamente a aula; em segundos, é produzida uma imagem com brilho total.
  • As escolas poupam nos custos operacionais através de esforços de manutenção e consumo energético reduzidos.

(da esquerda) Rainer Bülck, diretor da escola de 2.º e 3.º ciclos e secundário Harksheide; Priebe, diretor adjunto, e Tomoo Kato, diretor da Casio Europe GmbH.